quinta-feira, 10 de março de 2011

Sou menina, mulher, mãe... Sou amiga,vizinha,tia... Sou feirante,florista... Sou o que eu quizer, mas
Por ora sou, simplesmente, mulher.
Sim sou gordinha, e daí? Eu sou todos os sons que a vida interpreta Eu sou a Harmonia da sinfonia que encanta Eu sou a força do viver edificando tudo Eu acredito em mim e nos meus valores, contudo não creio na falsa verdade do preconceito

Um comentário: